Brasil anuncia envio de US$ 2 milhões para combater cólera no Haiti

Valor será usado para comprar remédios e equipamentos hospitalares; dois médicos devem ir ao país

Reuters,

25 de outubro de 2010 | 22h19

Um garoto segura balde com fezes de bebê com diarreia em acampamento de Porto Príncipe

 

SÃO PAULO- O Itamaraty anunciou nesta segunda-feira, 25, que enviará US$ 2 milhões em ajuda ao Haiti para a compra de remédios e equipamentos hospitalares no combate ao surto de cólera que já matou 259 pessoas no país caribenho.

 

Veja também:

linkHaitianos protestam contra fechamento de fronteira dominicana

linkUnasul enviará ajuda humanitária para combater cólera no Haiti

 

O número total de casos confirmados de cólera subiu para 3.342, a maior crise sanitária desde o terremoto de janeiro que matou 300 mil pessoas e devastou o país.

 

Segundo comunicado da chancelaria brasileira, o Ministério da Saúde deverá enviar ainda nesta semana dois médicos epidemiologistas, que ajudarão as autoridades sanitárias locais na montagem de estratégia de combate à doença, atendendo a um pedido do governo haitiano.

 

As autoridades brasileiras também estudam a possibilidade de transferir recursos autorizados por crédito extraordinário para a ação do escritório da Organização Pan-Americana de Saúde no país mais pobre das Américas.

 

Esses temas foram discutidos durante uma reunião promovida pelo chanceler Celso Amorim com representantes dos ministérios da Saúde e da Defesa. O embaixador brasileiro no Haiti, Igor Kipman, também participou da reunião, informou a nota.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasilhaitiajuda humanitáriacólera

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.