Brasil pode enviar mais 800 militares para o Haiti

Presidente do Senado convocou reunião que pode aprovar destacamento para ajudar na segurança do país

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

20 de janeiro de 2010 | 16h35

O presidente do Senado, José Sarney, convocou para a próxima segunda-feira, 25, uma reunião da comissão representativa do Congresso para decidir sobre o envio de mais 800 militares ao Haiti. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 20.

 

De acordo com a Agência Senado, numa conversa telefônica com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, Sarney foi informado de que o governo vai enviar ao Congresso projeto de decreto legislativo para o envio de 700 homens do Exército Nacional e outros 100 da Polícia Militar, para um reforço nas medidas de segurança em vigor naquele país.

 

No início desta tarde, Sarney já entrou em contato com os oito senadores e 17 deputados que integram a comissão representativa do Congresso, que pode deliberar sobre decisões que exijam aprovação dos congressistas durante o recesso parlamentar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.