Briga entre gangues na prisão deixa 31 mortos no norte do México

Uma briga entre gangues rivais dentro de uma prisão no norte do México deixou 31 prisioneiros mortos e 13 feridos, disseram autoridades locais na quarta-feira.

REUTERS

05 de janeiro de 2012 | 08h01

Os confrontos entre prisioneiros, portando facas e armas de fabricação caseira, começaram durante a tarde e foram controlados horas depois, disse Guillermo Martínez, porta-voz do governo do estado de Tamaulipas, na costa do Golfo do México.

As disputas entre os cartéis de droga chegam ao interior do país e é comum que as rivalidades se estendam ao sistema penitenciário, onde os presos por crimes de âmbito federal, ligados ao narcotráfico, estão misturados com delinquentes comuns.

Em outubro, vinte morreram durante uma briga em outra prisão em Tamaulipas, enquanto em julho, 17 pessoas morreram em uma prisão em Ciudad Juarez.

Mais de 46 mil pessoas já morreram por causa da violência do narcotráfico nos últimos cinco anos no México, desde que o presidente Felipe Calderón lançou uma operação repressiva contra os cartéis de drogas.

Tudo o que sabemos sobre:
MEXICOPRISAOMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.