Bush elogia derrota de Chávez em referendo venezuelano

O resultado do referendo venezuelanorejeitando a tentativa do presidente Hugo Chávez de concorrerindefinidamente à reeleição foi um voto pela democracia, disseo presidente norte-americano, George W. Bush. "O povo venezuelano rejeitou o governo de um homem só",disse Bush em entrevista coletiva na Casa Branca. "Eles votarampela democracia." Em um referendo muito equilibrado, os eleitores rejeitaramas propostas de reforma que acabariam com os limites para areeleição de Chávez, aumentariam os poderes do presidente paranacionalização e permitiria que ele censurasse a imprensa emestados de emergência. O voto "Não" teve 51 por cento de preferência, contra 49por cento dos votos favoráveis a Chávez. Ainda assim, Chávez segue muito popular e no controle damaioria das instituições do país. Mas essa foi sua primeiraderrota eleitoral desde que assumiu o poder em 1998 naVenezuela, o quarto maior fornecedor de petróleo para osEstados Unidos. Bush afirmou ainda que os Estados Unidos poderiam ajudarmais seus aliados sul-americanos e isolar a Venezuela por meioda aprovação de acordos de livre-comércio com países como aColômbia. "Os Estados Unidos podem fazer a diferença na América doSul em termos de influência da Venezuela", disse Bush. "Apolítica dos Estados Unidos pode ajudar a promover democraciase estabilidade. Se o Congresso não aprovar o acordo delivre-comércio com a Colômbia, será um momentodesestabilizante. (Reportagem de Jeremy Pelofsky)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.