Câmara do Paraguai aprova processo de impeachment contra Lugo

A Câmara dos Deputados do Paraguai, controlada pela oposição, aprovou nesta quinta quinta-feira o início de um processo de impeachment contra o presidente Fernando Lugo, após a morte de 17 policiais e camponeses durante um conflito agrário na semana passada.

REUTERS

21 de junho de 2012 | 12h18

Lugo, um ex-bispo da religião católica, eleito há quatro anos pelas promessas de defender as necessidades dos pobres, tem tido dificuldades para levar sua agenda de reformas por conta da influência da oposição no Congresso.

Em uma votação nesta manhã, a Câmara aprovou o julgamento de impeachment por 73 votos a favor e 1 contra. Agora, passará ao Senado, que também é controlado pelos adversários de Lugo. Caso seja aprovado, o julgamento de impeachment será realizado no Senado.

Na sexta-feira passada, oito policiais e nove camponeses foram mortos em um confronto por disputa de terras, marcando um dos piores incidentes deste tipo no país em duas décadas.

(Reportagem de Daniela Desantis)

Mais conteúdo sobre:
PARAGUAICAMARAIMPEACHMENTLUGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.