Candidata governista renuncia à disputa pela presidência do Peru

A candidata do partido governista à presidência do Peru, Mercedes Aráoz, renunciou a sua candidatura no domingo, em meio a divergências com a lista de candidatos ao Congresso elaborada pelo Apra, informou um órgão de mídia local.

REUTERS

17 de janeiro de 2011 | 14h24

A ex-ministra de Economia do governo de Alan García rejeitava a possibilidade de o segundo no comando do partido Apra, o ex-primeiro-ministro Jorge de Castillo, ser incluído na lista de candidatos ao Congresso, devido ao fato de estar sendo investigado por um suposto delito de corrupção, fato que desencadeou um desentendimento no interior do partido.

Em uma votação interna do Apra realizada no domingo, Del Castillo foi ratificado como líder da lista, disse o jornal El Comercio em seu site na Internet.

"Coloco minha candidatura à disposição; se renuncio a minha candidatura pelo Partido Aprista, o assunto fica encerrado", disse Mercedes Aráoz, política independente que tinha sido convocada pelo movimento governista, segundo o jornal El Comercio.

A ex-ministra também aparecia nas pesquisas de opinião como sendo rechaçada pelos eleitores, tendo ficado em quinto lugar nas preferências destes, com 4 por cento das intenções de voto, segundo estudo realizado pelo Ipsos Apoyo.

(Reportagem de Patricia Vélez)

Tudo o que sabemos sobre:
PERURENUNCIACANDIDATA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.