Efe/Reprodução
Efe/Reprodução

Candidato a goveno de Estado no México é assassinado a tiros

Morte de Rodolfo Torre, aspirante a governador de Tamaulipas, é a 1ª de um candidato em 16 anos

Associated Press

28 de junho de 2010 | 15h02

CIDADE DO MÉXICO - A imprensa do México informa nesta segunda-feira, 28, que um candidato ao governo do Estado de Tamaulipas, no norte, foi assassinado a tiros. Porta-vozes do governo posteriormente confirmaram a morte do candidato.

 

O Departamento de segurança Pública Federal está enviando a Polícia para o Estado para investigar. O candidato Rodolfo torre, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), foi atacado em uma estrada nesta segunda, segundo a imprensa informa.

 

As autoridades dizem que outras quatro pessoas foram encontradas mortas ao lado do candidato. Fernando Gomez-Mont, secretário do Interior, disse que é possível que cartéis de droga estejam envolvidos no caso e que isso "reforça a necessidade de combater o narcotráfico".

 

Essa é a primeira morte de um candidato a um cargo do governo na história recente do México. A última vez que isso havia acontecido foi em 1994, quando o candidato presidencial Luis Donaldo Colosio, também do PRI, foi assassinado.

Tudo o que sabemos sobre:
TorreMéxicoviolêncianarcotráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.