Boris Horvat/Reuters
Boris Horvat/Reuters

Carla Bruni recebe 33 crianças haitianas adotadas na França

Outras 50 crianças com processo de adoção em andamento podem chegar ao país, segundo embaixador

Efe,

22 de janeiro de 2010 | 17h32

A primeira-dama da França, a cantora e ex-modelo Carla Bruni, foi nesta sexta-feira, 22, ao aeroporto de Roissy, em Paris, para dar as boas-vindas às 33 crianças haitianas adotadas por famílias francesas, informou a rede de televisão BFMTV.

 

Veja também:

linkUnicef denuncia sequestro de 15 crianças em hospitais do Haiti

linkGoverno tenta barrar adoções de crianças haitianas

 

As crianças, com idade entre um e seis anos, já tinham seu processo de adoção finalizado antes do terremoto e só esperavam a concessão de um visto para viverem com suas novas famílias.

 

Desde o terremoto que sacudiu Porto Príncipe na semana passada, os pais adotivos fizeram um apelo para que os trâmites em curso fossem agilizados.

 

"Em muito curto prazo, outras 50 crianças, cujo processo de adoção está quase terminado, poderiam seguir à primeira leva de menores haitianos que chegaram à França", informou o embaixador francês no Haiti, Didier Le Bret.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotohaitiadoçõesCarla Bruni

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.