Casa onde Fidel nasceu será declarada 'monumento nacional'

Cuba declarará "monumento nacional" a casa onde nasceu o líder Fidel Castro e seu irmão Raúl, atual presidente do país, localizada na parte leste da ilha, disse nesta terça-feira a imprensa estatal. A Comissão Nacional de Monumentos informou que a fazenda de 26 hectares no pequeno vilarejo rural de Birán, na província de Holguín, era um lugar "simbólico" para a história contemporânea de Cuba. "Sua maior excepcionalidade está em seus extraordinários valores históricos, berço de Fidel Castro e Raúl Castro, líderes históricos da Revolução Cubana", disse o jornal do Partido Comunista Ahora. Castro, de 82 anos, se mantém distante do público desde que adoeceu em julho de 2006. Há um ano foi substituído formalmente na presidência de Cuba pelo seu irmão mais novo, o general Raúl Castro. Os irmãos Fidel e Raúl Castro nasceram e cresceram na fazenda de Birán, a 700 quilômetros de Havana. Seu pai era um fazendeiro espanhol e sua mãe uma camponesa cubana. Atualmente, a fazenda dos Castro é um museu. O "Conjunto Histórico de Birán" conserva as características iniciais do século XX: uma loja pequena, um escritório postal, um bar, uma escola rural e um lugar para briga de galos. A fazenda será oficialmente declarada como monumento nacional na próxima quinta-feira, segundo o jornal Ahora. Fidel Castro visitou a casa de Birán em setembro de 2004 para celebrar o centenário de nascimento de sua mãe, Lina Ruz. (Reportagem de Rosa Tania Valdés)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.