Cem refugiados palestinos chegam ao Brasil a partir deste mês

Governo brasileiro deve garantir moradia para estrangeiros nos Estados de São Paulo e no Rio Grande do Sul

Efe,

11 de setembro de 2007 | 12h02

Os cem refugiados palestinos que o governo brasileiro se comprometeu a receber em julho viajarão devem chegar ao País neste mês, segundo informou nesta terça-feira, 11, o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur).O porta-voz do Acnur em Genebra, Ron Redmond, disse em entrevista coletiva que 117 palestinos refugiados no campo jordaniano de Ruweished, a 60 quilômetros da fronteira iraquiana, viajarão ao Brasil entre o final do mês e meados de outubro.Por causa do conflito palestino-israelense, o grupo se refugiou no Iraque, de onde fugiu após a queda do regime de Saddam Hussein para a vizinha Jordânia, se instalando no precário acampamento de Ruweished.No entanto, graças ao Acnur e às autoridades brasileiras, esses refugiados poderão iniciar uma nova vida em diversos locais de São Paulo e do Rio Grande do Sul, disse Redmond.O Acnur se encarregará de financiar a viagem, o alojamento e a alimentação durante algum tempo, enquanto as autoridades brasileiras se comprometem a respeitar seus direitos e a procurar trabalho, o que permitirá que sejam independentes.Os palestinos são o primeiro grupo de refugiados não latino-americanos a se beneficiar dos programas de reassentamento solidário do Plano de Ação do México, assinado em 2004 e que busca oferecer soluções duradouras a essas pessoas, lembrou o porta-voz do Acnur.

Tudo o que sabemos sobre:
PalestinosrefugiadosBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.