Cerimônia fúnebre de Chávez será sexta-feira, diz chanceler

A cerimônia fúnebre do presidente Hugo Chávez, que morreu nesta terça-feira após uma batalha de quase dois anos contra o câncer, será na sexta-feira na Academia Militar de Caracas na presença dos chefes de Estado da região, anunciou o chanceler Elías Jaua.

Reuters

05 de março de 2013 | 22h12

Jaua, que garantiu que o país está em normalidade após o anúncio da morte de Chávez, disse que foi decretado luto nacional de sete dias e que as aulas em todos os níveis foram suspensas pelo resto da semana.

O corpo de Chávez será levado na quarta-feira à Academia Militar e será exposto a seus simpatizantes. O local do sepultamento ainda não foi definido.

Jaua afirmou que os procedimentos constitucionais de sucessão serão anunciados posteriormente, mas garantiu que as instruções deixadas por Chávez em dezembro serão seguidas ao pé da letra.

Antes de viajar a Cuba, em dezembro, Chávez designou o vice-presidente Nicolás Maduro como candidato governista em caso de novas eleições.

(Reportagem de Mario Naranjo)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELACHAVEZVELORIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.