Chávez ameaça cortar transmissão por cabo da RCTV

Após não ter sua licença de exibição em TV aberta renovada, emissora pode não estar no ar em agosto

31 de julho de 2007 | 18h12

Meses após não ter sua licença para exibir sua programação no conteúdo aberto da televisão venezuelana pelo presidente, Hugo Chávez, a Radio Caracas Television, a RCTV, tem seu direito de transmitir a cabo também ameaçado.   Venezuela proíbe dois jornais de publicarem fotos de crimes As emissoras de TV a cabo da Venezuela solicitaram ao governo que estendesse o prazo de inscrição que concedeu à RCTV no registro de produtores audiovisuais nacionais, para evitar a sua saída do ar em 24 horas, disse o presidente da Cavetesu, a Câmara Venezuelana de Televisão por Subscrição, Mario Seijas. A RCTV cessou as transmissões por sinal aberto no dia 27 de maio, logo que o governo se negou a renovar sua licença, alegando relação da emissora com o golpe falho de 2002. O canal reativou suas emissões no dia 16 de julho, mas só por TV a cabo. A emissora, que agora transmite sua programação de Miami, alega ser um canal 'internacional', não precisando mais responder às solicitações legislativas venezuelanas e se adequar aos padrões nacionais, o que a obrigaria a transmitir discursos do presidente, Hugo Chávez. O argumento da RCTV é reforçado pelo fato de que a Colômbia também recebe o sinal a cabo da emissora - fato que a consolida como empresa internacional. A Comissão Nacional de Telecomunicações, a Conatel, solicitou na semana passada à RCTV sua inscrição no registro de produtores nacionais audiovisuais, e do contrário não poderia seguir funcionando por cabo no mês de agosto. Seijas disse que o pedido foi feito na segunda-feira ao Ministério de Telecomunicações e à Conatel. A Câmara fez a petição, segundo o presidente, por "esperar discutir toda a problemática dos produtores nacionais audiovisuais". Os parâmetros previstos na legislação venezuelana para definir o um produtor audiovisual "são muito defasados, muito subjetivos", explicou Seijas. "Queremos claridade no tema".

Mais conteúdo sobre:
RCTVHugo ChávezVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.