Chávez ameaça expulsar petrolífera Repsol da Venezuela

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez,disse no sábado que expulsará a petrolífera espanhola Repsol seum governo de direita voltar ao poder no país europeu. A ameaça foi uma escalada nas tensões desde o mês passado,quando o rei espanhol, Juan Carlos, disse a Chávez para secalar durante um encontro no Chile. "Se a direita vencer novamente, esqueça os espanhóis.Esqueça deles", afirmou Chávez a jornalistas. "A Repsol teriade ir embora." Chávez congelou os laços diplomáticos com a Espanha após adeclaração do rei e ameaçou assumir os investimentos deempresas espanholas que operam nos sistemas bancário,petrolífero e de telecomunicações na Venezuela. No sábado, Chávez declarou que reduziria as exportações depetróleo para os Estados Unidos se a superpotência interferirno referendo de domingo sobre a proposta do venezuelano deaprovar uma lei que o permita ser presidente por váriosmandatos. A Venezuela é a quarta maios exportadora de petróleo paraos EUA. (Por Brian Ellsworth)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.