Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Chávez ameaça nacionalizar companhias de alimentos

O presidente venezuelano, Hugo Chávez,avisou nesta segunda-feira que ele pode nacionalizar grandescompanhias de distribuição de alimentos, em meio a escassez deprodutos no mercado. Ele disse ainda que está esperando apenas por uma"desculpa" para tomar tal atitude. Apesar de contar atualmente com uma renda do petróleo semprecedentes, a nação integrante da Opep tem tido dificuldadeshá meses para manter a oferta de alimentos nas prateleiras dossupermercados, um problema que alguns afirmam estar relacionadoao controle de preços instituído pelo governo. Há ainda falta de medicamentos. As autoridades atribuem a escassez dos produtos acapitalistas inescrupulosos que escondem alimentos. "Eu espero que me dêem a desculpa que preciso para intervire expropriar as grandes cadeias... de produção e distribuiçãode alimentos", afirmou Chávez, durante um pronunciamento na TV. A nação, rica em petróleo, está registrando um fortecrescimento econômico, mas tem uma das maiores taxas deinflação da América do Sul, devido principalmente aos gastosgovernamentais. Chávez tem flexibilizado o controle de algumas mercadoriaspara tentar aliviar a escassez. O país também criou uma subsidiária da companhia depetróleo PDVSA para importar e distribuir alimentos. (Por Deise Buitrago e Brian Ellsworth)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.