Chávez anuncia fechamento do consulado da Venezuela em Miami

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ordenou nesta sexta-feira o fechamento do consulado venezuelano em Miami, dias depois de a responsável pela delegação diplomática na cidade norte-americana ser expulsa pelos Estados Unidos ao ser acusada de conspiração.

REUTERS

13 de janeiro de 2012 | 21h59

O atual atrito entre ambos os países, que apesar da intensa relação comercial se enfrentam ideologicamente, deixará dezenas de milhares de venezuelanos que vivem na Flórida sem representação diplomática e complicará a possibilidade de votar nas eleições presidenciais de 2012.

"O chanceler Nicolás (Maduro) me recomendou fechar o consulado (venezuelano em Miami). Bom, então fecharemos. Não terá consulado em Miami", disse Chávez em discurso na Assembleia Nacional.

Os Estados Unidos expulsaram na semana passada a consulesa venezuelana em Miami, Livia Acosta, depois da transmissão de um documentário, pela rede de TV Univisión, que a acusa de tramar ciberataques contra computadores do governo norte-americano junto a agentes cubanos e iranianos.

(Reportagem de Diego Oré)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELAMIAMIFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.