Chávez condena produção de etanol nos Estados Unidos

Presidente venezuelano diz que decisão norte-americana de impulsionar a produção de etanol é um 'crime'

Associated Press,

27 de abril de 2008 | 11h19

O presidente venezuelano Hugo Chávez declarou que a decisão norte-americana de impulsionar a produção de etanol enquanto existe uma crise mundial de alimentos é um 'crime'.   Chávez disse ainda que a quantidade da produção norte-americana de milho usado para fabricar biocombustível, em vez de ser destinada para alimentar os pobres do mundo, lhe preocupa.   O presidente venezuelano afirmou no sábado, 26, que o milho necessário para encher com biocombustível o tanque de um automóvel serviria para alimentar sete pessoas durante o ano.   A Venezuela ofereceu doar mais de 350 toneladas de alimento ao Haiti, onde o aumento do preço dos alimentos provocou cruéis distúrbios no princípio do mês.

Tudo o que sabemos sobre:
Hugo ChávezEstados Unidosetanol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.