Arquivo/Reuters
Arquivo/Reuters

Chávez continua 'atento' à Venezuela, diz vice-presidente interino

Nicolás Maduro foi à reunião da Unasul; presidente venezuelano nomeou Héctor Navarro para a função

Reuters

30 de novembro de 2012 | 19h54

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que faz tratamento médico em Cuba, nomeou um vice-presidente interino enquanto Nicolás Maduro o representa no Peru em uma cúpula de líderes sul-americanos, enviando um sinal de que continua no comando do país.

Mediante um decreto de 28 de novembro que circulou na Gazeta Oficial desta sexta-feira, 30, o mandatário, que se declarou curado do câncer há quatro meses, nomeou seu ministro de Energia Elétrica, Héctor Navarro, como encarregado da vice-presidência por dois dias: sexta-feira e sábado.

Navarro declarou nesta tarde que conversou com Chávez e comentou que o notou "muito bem e muito animado". "Está atento a tudo o que está acontecendo o país", enfatizou.

Chávez, que não é visto publicamente desde 15 de novembro, chegou a Havana na madrugada de quarta-feira, segundo a imprensa oficial cubana. O vice-presidente Maduro se ausentou do país para participar de uma reunião ordinária na capital peruana da União de Nações Sul-americanas (Unasul), uma instância da qual Chávez foi grande entusiasta.

Navarro declarou, em entrevista a uma rádio, que sua designação como vice-presidente interino "não tem nenhuma complicação, nem interpretação diferente do que se está falando...É um recurso totalmente constitucional". Maduro, também chanceler, retoma suas funções ao voltar ao país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.