Chávez culpa os EUA por situação no Tibet

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez,atribuiu as turbulências no Tibet aos Estados Unidos, queestariam tentando desestabilizar a China. Em declarações divulgadas no domingo por sua assessoria deimprensa, Chávez disse que os protestos contra o domínio chinêssão um exemplo de como "o império" (os EUA) está "indo contra aChina" e tentando dividir a potência asiática. A China comunista enviou tropas ao Tibet em 1950. Nosprotestos iniciados no dia 10 de março, pelo menos 19 pessoasmorreram. Há muitas críticas a Pequim pela repressão, especialmentepor se tratar de um ano em que haverá Olimpíada na China. Alguns esquerdistas latino-americanos consideram que omovimento autonomista tibetano, liderado pelo Dalai Lama, éformado por monges conservadores pró-EUA. Em sua contraposição ao domínio norte-americano, Cháveztambém se recusa a reconhecer a independência de Kosovo, queele considera uma imposição norte-americana. (Reportagem de Frank Jack Daniel)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.