Chávez desmente rumores sobre morte de Fidel

Presidente da Venezuela diz no rádio que Fidel é "um dos que nunca morrerão"

Efe

19 de agosto de 2007 | 14h23

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, deu início neste domingo a seu programa dominical Alô, presidente! desmentindo rumores sobre um agravamento do problema de saúde do líder cubano Fidel Castro. "Falei com ele (Fidel) no dia de seu aniversário", na segunda-feira passada, revelou Chávez, após dizer que sua própria filha, que disse ser "fidelista", o manteve informado sobre tais rumores. "Todos morreremos algum dia, mas Fidel é um dos que nunca morrerão", acrescentou Chávez, que também saudou em seu programa de rádio e televisão estatais, transmitido neste domingo de um teatro em Caracas, a presença do ex-jogador argentino Diego Armando Maradona. Chávez, que em diversas ocasiões fez anúncios sobre o estado de saúde de Fidel e foi uns dos poucos chefes de Estado a visitar o líder cubano com certa regularidade, destacou os artigos escritos por Fidel Castro nos últimos meses. Em um desses textos, Fidel admitiu dois dias antes de seu 81º aniversário que se sente perseguido "por perguntas" sobre quando voltará ao poder. O líder também insistiu no fato de que lutará sem descanso em busca de recuperação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.