Chávez diz que buscará duplicar potencial militar da Venezuela

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse na quinta-feira que planeja ao menos duplicar o potencial militar de seu país sem se importar com a opinião de seus vizinhos, no momento em que o país sul-americano revisa suas relações com a Colômbia.

REUTERS

24 de julho de 2009 | 09h37

O presidente de esquerda alegou que é necessário melhorar todos os componentes de sua força armada para poder fazer frente às ameaças "imperiais" que são contra a sua revolução socialista.

"Estamos avançando todos os contatos, vários novos batalhões de tanques para ter força blindada, pelo menos o dobro do que temos hoje", disse em um ato com militares.

Chávez acrescentou que já havia anunciado a decisão ao governo da Rússia, de onde a Venezuela tem feito importantes compras de armamento e equipamento militar.

O governo anunciou que revisará seus vínculos com seu vizinho e importante parceiro comercial após o anúncio feito pela Colômbia de que permitirá ampliação das operações norte-americanas em bases militares do país.

(Por Fabián Andrés Cambero)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELAMILITARDUPLICAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.