Chávez diz que EUA são maiores patrocinadores do terrorismo

Presidente responde pedido de congressistas americanos para incluir Caracas como patrocinador do terror

Efe,

29 de outubro de 2009 | 07h31

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, acusou na quarta-feira, 28, os Estados Unidos de serem os maiores patrocinadores do terrorismo no mundo. A declaração foi feita enquanto Chávez comentava, durante um ato em que recebeu dez novos embaixadores, o fato de que dois congressistas americanos propuseram formalmente que a Venezuela seja incluída na lista de países patrocinadores do terrorismo.

 

Veja também:

especial Especial: A trajetória de Hugo Chávez

especial Especial: Chávez consagra receita do "governo ao vivo"

 

Os congressistas americanos Connie Mack (republicano) e Ron Klein (democrata) levaram na terça-feira no Congresso dos EUA uma resolução que pede ao governo de Barack Obama que coloque a Venezuela na lista dos países patrocinadores do terrorismo.

 

"Vocês sabem qual é o primeiro país que patrocina o terrorismo? EUA, esse sim é patrocinador do terrorismo, e dos bons", declarou o presidente venezuelano. Segundo Chávez, desde que os EUA invadiram o Iraque "mais de um milhão de inocentes" morreram, números que, para ele, a imprensa esconde.

 

"Maldito império, mil vezes maldito, algum dia se afundará na história negra!", bradou Chávez, que denúncia de maneira sistemática que o "império" tem planos para assassiná-lo e deter a "revolução bolivariana e socialista".

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaHugo Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.