Chávez diz que EUA transformaram julgamento em 'show'

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez,qualificou na quarta-feira de "show" o julgamento em curso nosEstados Unidos sobre uma maleta cheia de dólares, supostamenteenvida pelo seu governo para financiar a campanha de CristinaKirchner à Presidência argentina. O empresário venezuelano-americano Guido Antonini Wilsonfoi descoberto no ano passado com 800 mil dólares numa maleta,quando tentava ingressar na Argentina a bordo de um aviãofretado pela estatal venezuelana PDVSA, no qual havia tambémfuncionários venezuelanos e argentinos. Um promotor norte-americano acusa o empresário venezuelanoFranklin Durán de atuar como agente secreto de Caracas nos EUA,junto com outras quatro pessoas, cuja missão seria convencerAntonini de guardar silêncio sobre a origem e destino dodinheiro. "Um julgamento lá em Miami, um julgamento que está compradocom todo um grupo de empresários que está lá protegido [pelosEUA]. Todo um show", disse o presidente durante ato transmitidopor rádio e TV. Em março, o venezuelano Carlos Kauffmann -- outro dos cincoréus -- se declarou culpado, e seu depoimento pode implicardiretamente Chávez com o caso. Chávez afirmou que o processo judicial, assim como planospara lhe assassinar, são parte de um complô norte-americano eda oposição de direita contra seu governo socialista. "Façam o que quiserem. Não vão dobrar esta revolução, nemseus amos, os ianques, nem vocês", afirmou. O caso provocou uma onda de acusações de corrupção naArgentina, além de tornar mais tensas as relações entreWashington, Caracas e Buenos Aires. O advogado venezuelano Moisés Maionica, Kauffmann e RodolfoWanseele Paciello, de origem uruguaia, se declararam culpadosde atuar como agentes do governo venezuelano. Wanseele admitiu à Justiça que ajudou um agente venezuelanode inteligência a se reunir em Miami com Antonini, e Maionicachegou a envolver o chefe da inteligência venezuelana no caso. (Por Fabián Andrés Cambero)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.