Chávez está em seu ‘melhor momento', diz vice-presidente

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, está em seu "melhor momento" desde que passou por uma cirurgia para tratar um câncer em Cuba há 45 dias, disse neste sábado o vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, acrescentando que ele tomou importantes decisões econômicas para fortalecer as exportações do país.

Reuters

26 de janeiro de 2013 | 10h36

"Ele tem um sorriso que está cheio de luz, seus pensamentos estão iluminados", declarou Maduro, em comentários televisionados pouco depois da meia-noite, após voltar de uma visita a Chávez em Cuba.

O presidente não aparece em público desde uma complexa cirurgia em 11 de dezembro. As declarações oficiais nas últimas semanas demonstram otimismo sobre a condição de Chávez, após rumores de que ele estaria gravemente doente.

Os comentários de Maduro sobre a política econômica surgem em meio a especulações de que a Venezuela está preparando uma desvalorização de sua moeda, o bolívar, o que iria melhorar as finanças do Estado porque resultaria em mais bolívares para cada dólar proveniente das exportações de petróleo.

A desvalorização tornaria as exportações mais competitivas ao reduzir os custos locais de produção e estimular a indústria nacional, já que os importados ficariam mais caros em relação aos produtos locais.

"Nós vamos desenvolver a capacidade da nossa economia de exportar", disse Maduro.

Há várias semanas os líderes empresariais vêm dizendo que a desvalorização é necessária para aliviar a periódica escassez de produtos decorrente da escassez de dólares.

(Reportagem de Brian Ellsworth)

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELACHAVEZILUMINADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.