Chávez firma incorporação de Honduras a Petrocaribe

O Parlamento hondurenho autorizou esta semana o presidente Zelaya a assinar o convênio

EFE

27 de janeiro de 2008 | 01h27

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, assinou neste sábado o convênio para a incorporação de Honduras ao programa Petrocaribe, que já foi aceito em dezembro na cúpula dos países-membros do grupo. Na sessão de encerramento da 6ª Cúpula Presidencial da Alternativa Bolivariana para a América (Alba), o governante venezuelano selou o acordo que, quando for referendado pelo presidente hondurenho, Manuel Zelaya, terá vigência imediata, disse o ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Nicolás Maduro. O chanceler lembrou que na cúpula da Petrocaribe, realizada em 20 de dezembro, "os países-membros convidaram e aprovaram a incorporação de Honduras". O Parlamento hondurenho autorizou esta semana o presidente Zelaya a assinar o convênio, disse Maduro, na sessão da cúpula na qual esteve presente em representação de Honduras o secretário de Estado no Escritório de Relações Exteriores, Milton Jiménez Puerto. "O presidente Chávez vai assinar o convênio de incorporação", disse o chanceler venezuelano, em meio a aplausos dos participantes do encontro da Alba, processo de integração formado por Bolívia, Cuba, Nicarágua e Venezuela, e ao qual aderiu Dominica. O Parlamento hondurenho autorizou na quinta-feira Zelaya a assinar o acordo com a Petrocaribe, que devia contar com a aprovação legislativa e cumprir outras condições para começar a receber petróleo da Venezuela com vantagens de pagamento. Zelaya indicou que, uma vez assinados, os documentos serão submetidos ao Congresso nacional para sua aprovação ou rejeição. Os dezesseis países-membros da Petrocaribe são: Antígua e Barbuda, Bahamas, Belize, Cuba, Dominica, Granada, Guiana, Haiti,Jamaica, Nicarágua, República Dominicana, São Cristóvão e Névis, São Vicente e Granadinas, Santa Lúcia, Suriname e Venezuela.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrocaribe, Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.