Divulgação/Palácio de Miraflores/Efe
Divulgação/Palácio de Miraflores/Efe

Chávez mantém vice-presidente, ministros e militares

Presidente chamou rumores de 'guerra suja'; segundo ele, opositores devem 'sentar para esperar divisões'

REUTERS

07 de julho de 2011 | 19h46

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ratificou em seus cargos o vice-presidente, Elías Jaua, os ministros de seu gabinete e a cúpula militar nesta quinta-feira, 7.

 

O presidente ainda prorrogou o tempo de aposentadoria de alguns membros do comando militar em meio a versões que indicavam que ele mudaria peças-chave em seu governo. Com a manutenção dos políticos e militares nos cargos, Chávez ridiculariza os rumores de mudanças de ministros por supostas divisões internas.

 

"Confirmo toda a alta cúpula militar da República para que sigam exercendo suas funções e sigam adiante (...), ratifico Elías Jaua como vice-presidente (...) e a todos os ministros e ministras", declarou o presidente.

 

'Laborarório de guerra suja'

 

Segundo a Efe, Chávez nomeou María Pilar Hernández para o novo Ministério da Juventude. Chávez disse que havia tomado a decisão de ratificar os ministros e o alto comando das Forças Armadas, muito antes de começarem os rumores de que sua volta à Venezuela a partir de Cuba "tinha a ver com divisões entre os membros do gabinete e militares".

 

O presidente chamou os rumores de "laboratórios de guerra suja, de guerra psicológica, de desestabilização". Segundo Chávez, os opositores, que classificou de "conspiradores e apátridas", devem "sentar para esperar pelas supostas divisões" no governo.

 

Ao anunciar a informação, Chávez disse se sentir "orgulhoso do meu governo, do nosso governo". Segundo ele, muitos dos militares deveriam se aposentar "amanhã", mas ficarão no cargo porque ele havia decidido estender o tempo de serviço.

 

Com Efe

Tudo o que sabemos sobre:
VENEZUELACHAVEZRATIFICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.