Chávez muda vice-presidente e 12 ministros

Mudança faz parte da reformulação de gabinete após a derrota em referendo

Agências internacionais,

03 de janeiro de 2008 | 23h44

O presidente venezuelano Hugo Chávez anunciou nesta quinta-feira à noite a mudança de 12 ministros de seu governo e a nomeação de um novo vice-presidente. A reforma faz parte do rearranjo de sei gabinete após a derrota na proposta de reforma constitucional em dezembro. O novo vice-presidente será Ramón Carrizales, atual ministro da Infra-estrutura e que substituirá Jorge Rodríguez, que se dedicará "exclusivamente" a organização do novo Partido Socialista Unidos de Venezuela (PSUV).   Para a pasta da Infra-estrutura, Chávez nomeou o coronel Jorge Isaac Pérez Prado, que era presidente do Instituto Nacional de Habitação. O anúncio foi feito em contato telefônico com um programa da tevê estatal venezuelana. Na ligação, Chávez comunicou que o atual ministro das Comunicações Jesse Chacón assumirá a Casa Civil da presidência e será substituído no ministério pela presidente da companhia telefônica nacional CANTV, Socorro Hernández.   Chávez anunciou também que o congresso de fundação do PSUV será feito no dia 12 de janeiro. O novo partido é considerado de importância estratégica para Chávez, que pretende agrupar na legenda todos os setores políticos e sociais que o apóiam.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.