Chávez parabeniza vitória democrática de Evo em referendo

Venezuelano afirma que resultado consolida esforço por revolução pacífica diante de conspirações e violência

Efe,

26 de janeiro de 2009 | 08h01

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, parabenizou no domingo, 25, seu colega Evo Morales e o povo da Bolívia pela "vitória alcançada" com o referendo constitucional que aprovou a Carta Magna apoiada pelo presidente boliviano. Em comunicado oficial difundido em Caracas, Chávez - que tenta no dia 15 de fevereiro aprovar sua reforma na Constituição para garantir sua reeleição ilimitada - afirmou que o triunfo ratifica o rumo de independência e igualdade que o povo da Bolívia tomou, e consolida o esforço de Evo em impulsionar uma revolução pacífica e democrática, diante dos que pretendiam destruí-la com conspirações e violência.   Veja também: Evo comemora aprovação de Constituição em referendo Entenda os pontos polêmicos da nova Constituição da Bolívia 'Limite de terras não afetará brasileiros na Bolívia', diz ministro   A nota assinala ainda que Chávez "conversou com o presidente Evo Morales assim que se conheceram os primeiros resultados do referendo constitucional, para transmitir a ele os reconhecimento e os parabéns do povo venezuelano por essa nova vitória".   Segundo Chávez, a aprovação da nova Constituição "debatida, trabalhada e decidira democraticamente pelo povo, deixa grandes lições para os que dizem que não entendem a revolução democrática que atravessa o nosso continente". A nota destaca ainda que, durante telefonema, Evo e Chávez concordaram em se encontrar na cúpula de países da ALBA (Alternativa Bolivariana para as Américas) que acontecerá em Caracas nos próximos dias.

Tudo o que sabemos sobre:
BolíviareferendoVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.