Mario López/Efe
Mario López/Efe

Chávez qualifica de 'infame' alerta colombiano para viagens à Venezuela

Advertência da chancelaria foi feita após oito colombianos terem sido detidos em território venezuelano

16 de abril de 2010 | 21h05

Efe

 

CARACAS- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta sexta-feira, 15, que o alerta feito aos colombianos para "terem cuidado ao viajar para a Venezuela" é fruto da "capacidade para a infâmia e para a canalhice" do governo de Álvaro Uribe, da Colômbia.

 

Veja também:

linkRaul e Fidel Castro revisam cooperação com Hugo Chávez

linkChávez cria 'guerrilha' para combater a 'mídia capitalista' na Venezuela

 

A chancelaria colombiana emitiu na quarta à noite uma advertência a seus cidadãos sobre os riscos de viajarem à Venezuela, após a detenção de oito colombianos em território venezuelano sob acusação de espionagem.

 

"Que capacidade para a infâmia e para a canalhice! Esse governo da Colômbia não tem limites morais", ressaltou Chávez, em uma transmissão televisionada devido ao sétimo aniversário de um programa do governo sobre saúde popular.

 

Depois de expressar sua confiança em que as relações bilaterais, que foram congeladas no meio do ano passado, sejam retomadas com o governo que em breve sucederá o de Uribe, "porque com este é impossível", Chávez disse que somente as relações entre os povos são inquebrantáveis.

 

"Com o povo colombiano nunca haverá distanciamento, porque somos o mesmo povo, parte da mesma grande pátria", disse Chávez, que lembrou que tem parentes no país vizinho, descendentes de seu avô materno, a quem definiu como "o guerrilheiro Pedro Pérez Delgado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.