Reuters/Palácio de Miraflores
Reuters/Palácio de Miraflores

Chávez se reúne com chanceler colombiana para retomar discussões

Segundo presidente, chanceleres estão trabalhando em declaração sobre retomada das relações

20 de agosto de 2010 | 22h45

CARACAS- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta sexta-feira, 20, à imprensa que falou sobre "todos os assuntos que estão sobre a mesa e mais" com a chanceler da Colômbia, María Ángela Holguín, com quem se reuniu em Caracas.

 

Veja também:

linkVenezuela e Colômbia fortalecem laços

Chávez disse que Holguín e seu colega venezuelano, Nicolás Maduro, continuarão trabalhando em uma declaração sobre o restabelecimento das relações diplomáticas plenas entre Colômbia e Venezuela.

 

Segundo o presidente venezuelano, foram abordados na reunião assuntos "econômicos, comerciais, de desenvolvimento fronteiriço, a segurança, a produção de alimentos, a energia, o transporte, as comunicações, projetos de curto e longo prazo".

 

"Me satisfaz retomar estes temas sob uma visão geopolítica", disse Chávez, que revelou ter conversado ontem por telefone com o residente colombiano, Juan Manuel Santos, mas não relatou o conteúdo da conversa.

 

Chávez terminou sua breve fala à imprensa com votos para que a nova etapa nas relações entre Colômbia e Venezuela não sejam afetadas por interesses de terceiras partes.

 

Holguín e Maduro iniciaram na manhã desta sexta-feira um dia de reuniões para estabelecer cinco comissões destinadas a retomar os laços bilaterais rompidos por Chávez em 22 de julho, em resposta à denúncia do então governo de Álvaro Uribe sobre a presença de guerrilheiros em território venezuelano.

 

As cinco equipes trabalharão sobre os seguintes temas: pagamento de dívidas e relançamento das relações comerciais; acordo de complementação econômica; investimento social na zona fronteiriça; desenvolvimento conjunto de infraestruturas; e proteção e segurança das fronteiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.