Chávez se solidariza com chuvas no nordeste do Brasil e oferece ajuda

Inundações já causaram 41 mortos e 607 desaparecidos nos estados de Pernambuco e Alagoas

Efe,

22 de junho de 2010 | 23h08

CARACAS- A Venezuela expressou nesta terça-feira, 22, sua solidariedade com o Brasil, especialmente com os habitantes de Pernambuco e Alagoas, pela tragédia causada pelas fortes chuvas que atingiram os estados na última semana e que já deixaram ao menos 41 mortos e 607 desaparecidos.

 

Veja também:

linkVerba para cidades inundadas no NE deve demorar até um mês

linkAL antecipa férias para usar escolas como abrigo

linkGoverno libera R$ 300 mi para reconstruir cidades

linkMortos depois de chuvas no NE sobem para 41

 

"O presidente Hugo Chávez transmite suas mais sentidas condolências aos familiares e amigos das milhares de vítimas, e manifesta seu profundo pesar pelos numerosos danos materiais causados por este fenômeno", afirmou um comunicado da chancelaria venezuelana.

 

Segundo o texto, o "governo bolivariano" colocou à disposição do Brasil "os meios humanos e materiais que modestamente possam contribuir modestamente para salvar vidas e aliviar as dificuldades provocadas por esta catástrofe".

 

Além disso, Caracas expressou sua confiança em que o povo brasileiro "saberá superar esta adversidade graças a seu espírito combativo e solidário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.