Carlos Garcia Rawlins/Reuters
Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Chávez será examinado em Cuba após encerrar quimioterapias

Presidente venezuelano retornará à ilha em outubro e garante estar bem

DEISY BUITRAGO, REUTERS

30 Setembro 2011 | 10h37

CARACAS - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou na quinta-feira, 29, que será examinado com "profundidade" em Cuba em meados de outubro, após encerrar os tratamentos de quimioterapia contra um câncer.

Chávez, que foi operado em Havana em junho por um tumor do tamanho de uma bola de beisebol, desmentiu reportagens na mídia que afirmavam que ele havia sido internado de emergência em um hospital militar devido a uma recaída.

"Estou agora nesta etapa rumo aos exames que farei em outubro... na segunda quinzena de outubro... outros exames de profundidade em Cuba, vou fazê-los em Cuba, bom para ver o encerramento deste ciclo", disse o presidente venezuelano em conversa por telefone com o canal estatal de televisão.

Chávez se submeteu à primeira rodada de quimioterapia na ilha, recebeu a terceira rodada em Caracas e foi para Havana fazer a quarta.

"Mas até (agora) todos os exames fragmentados: tomografia, exames de sangue e muitos outros... indicam que não há presença maligna", acrescentou.

O tipo de câncer e a gravidade não foram divulgados, mas o militar aposentado vem repetindo que venceu a doença e será candidato do oficialismo nas eleições presidenciais de 2012, em que ele prometeu derrotar a oposição.

Mais conteúdo sobre:
Venezuela Chávez exame Cuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.