Palácio de Miraflores/Divulgação
Palácio de Miraflores/Divulgação

Chávez termina segunda sessão de quimioterapia na sexta

Presidente venezuelano falou à televisão estatal por telefone desde Cuba, onde realiza tratamento

Reuters

11 de agosto de 2011 | 17h34

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse que se sente bem e que sexta-feira, 11, terminará o segundo ciclo de quimioterapia em Havana, onde se trata por causa de um câncer. O socialista falou por telefone em duas oportunidades com a televisão estatal venezuelana desde Cuba, para onde voltou no fim de semana e anunciou que "em breve" estará de volta ao seu país.

"Estou assimilando bem o tratamento que começou na segunda e deve terminar na sexta", disse Chávez, que parecia mais animado do que no último contato, feito na segunda-feira, antes de iniciar a terapia. O militar aposentado de 57 anos foi operado em junho em Havana para a extração de um tumor do tamanho de uma bola de beisebol. Semanas depois, submeteu-se ao primeiro ciclo de quimioterapia na ilha.

O câncer do presidente mantém o país em expectativa, no momento em que a oposição vê as eleições presidenciais do ano que vem como sua melhor oportunidade para pôr fim ao governo liderado por Chávez desde 1999.

O líder socialista ratificou que será o candidato presidencial nas eleições de 2012 e disse que vai governar por mais seis anos. "Agora vamos buscar os 12 milhões (de votos), vamos para os 70% e Chávez será o candidato, e Chávez será o presidente", afirmou ele, que acusou seus opositores de conspirar contra seu governo.

Na quinta-feira ao menos três protestos sacudiram a capital Caracas com médicos, metalúrgicos e outros marchando pelas ruas para exigir melhores condições de trabalho.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaChávezQuimioterapia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.