Chávez vai à França e insiste em se reunir com chefe das Farc

O presidente venezuelano, Hugo Chávez,disse na segunda-feira em sua chegada a Paris que irá insistirna necessidade de se reunir com o líder das Forças ArmadasRevolucionárias da Colômbia (Farc), Manuel Marulanda, comoparte de sua mediação por uma troca de reféns na Colômbia. Em declarações a rádios e redes de TV, Chávez explicou quelevou "muitos elementos" para tentar uma solução para oproblema. Ele tem um encontro marcado com o presidente francêsNicolás Sarkozy. "Continua me parecendo, e cada vez de forma maisimportante, falar com Manuel Marulanda, espero que dê certo, eé um dos temas que vou falar", disse Chávez. Chávez afirmou também que não levou as provas de vida dasequestrada franco-colombiana Ingrid Betancourt e de outrosreféns em mãos do grupo guerrilheiro, mas confiou que daqui apouco irá recebê-las. (Por Fabián Andrés Cambero)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.