Chávez vai falar sobre libertação de sequestrados das Farc

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez,vai conceder nesta quarta-feira uma entrevista à imprensa parafalar sobre a "fórmula de libertação" de três sequestrados pelamaior guerrilha de esquerda da Colômbia. As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc)anunciaram na semana passada que entregariam os três reféns aopresidente venezuelano. O ministro da Informação, Willian Lara, disse à Reuters queChávez vai falar sobre "a fórmula de libertação" dossequestrados pelas Farc, mas não quis dar informações se osreféns seriam libertados na quarta-feira ao presidente nem seos sequestrados estariam na Venezuela. As Farc anunciaram na semana passada a libertação daspolíticas Consuelo González, Clara Rojas e seu filho pequenoEmmanuel, nascido no cativeiro, como um ato de desagravo,depois que seu colega colombiano, Alvaro Uribe, suspendeu aparticipação de Chávez como mediador numa troca humanitário dereféns por integrantes presos das Farc na Colômbia. A senadora colombiana Piedad Córdoba, que também agiu comomediadora com Chávez, disse na segunda-feira que a libertaçãodos três reféns poderia ocorrer nas próximas horas. Os três reféns que podem ser libertados fazem parte de umgrupo de 47 sequestrados pelas Farc, entre os quais está aex-candidata a presidente Ingrid Bentancourt, e os quaispoderiam ser trocados por cerca de 500 rebeldes que estãopresos. As Farc exigem que Uribe retire o Exército e a polícia deuma zona de 780 quilômetros quadrados para que seus delegados eos do governo se reúnam para negociar um acordo humanitário epôr fim ao drama dos reféns, alguns dos quais completaram dezanos em cativeiro na selva. Mas o presidente colombiano, que com o apoio dos EstadosUnidos lidera uma agressiva estratégia militar contra aguerrilha, nega-se a cumprir a exigência sob o argumento de queas Farc buscam obter vantagem militar em uma zona estratégicapara o tráfico de drogas e de armas. O Ministério da Informação da Venezuela convocou osjornalistas para a entrevista do presidente Chávez no PalácioPresidencial de Miraflores, à 12h30 (horário de Brasília). (Por Ana Isabel Martínez)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.