Chávez visita Colômbia para tratar de FARC e reféns

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez,visitará a Colômbia para se reunir com seu homólogo AlvaroUribe e buscar um acordo com a guerrilha esquerdista ForçasArmadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). O objetivo é permitir a liberação de um grupo de refénssequestrados, incluindo a ex-candidata presidencial IngridBetancourt. Fontes do governo colombiano informaram no sábado que oencontro deve ocorrer no próximo 31 de agosto, em Bogotá.Analistas dizem que a influência do mandatário venezuelanosobre a guerrilha pode facilitar as negociações com o governolocal. "Tomara que as Farc escutem o presidente Hugo Chávez efacilitem o acordo humanitário", disse o chanceler colombiano,Fernando Araújo. Ingrid Betancourt foi capturada durante sua campanhapresidencial, em 2002. Além dela, a guerrilha mantém trêsnorte-americanos, cinco ex-congressistas, um ex-governador evários oficiais do Exército e da polícia, alguns próximos acumprir dez anos de cativeiro. As Farc exigem que Uribe retire as forças militares e apolícia de uma região montanhosa da Colômbia para retomar umacordo humanitário. Eles também querem a liberação de váriosguerrilheiros, capturados ao longo dos últimos anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.