Chávez volta à Venezuela após fazer radioterapia em Cuba

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, retornou na madrugada desta quinta-feira a Caracas depois de se submeter em Cuba ao primeiro ciclo de radioterapia para combater o câncer, o que obrigará o líder socialista a manter uma presença virtual no governo e reduzir o ritmo em sua campanha para a reeleição.

MARIO NARANJO, REUTERS

29 Março 2012 | 07h12

Um animado e sorridente Chávez apareceu ao vivo no canal estatal VTV acompanhado de vários ministros, com os quais brincou e até cantou.

"É uma batalha dura ... estou bem e continuarei bem", disse Chávez sobre a sua saúde. "Resisti muito bem ao tratamento, graças a Deus. Sigo me recuperando do meu pós-operatório."

O presidente começou no sábado em Havana o tratamento, que em sua primeira fase incluiu cinco dias consecutivos de aplicação e que marcou o início de uma temporada de "idas e vindas" a Cuba, enquanto se aproxima o começo da campanha para as eleições presidenciais, nas quais terá como adversário Henrique Capriles.

"Está previsto que no sábado tenhamos que ir novamente (a Cuba) e permaneçamos lá quatro dias", acrescentou.

Desde a primeira cirurgia, em junho do ano passado, para extrair um tumor cancerígeno do tamanho de uma bola de beisebol, o líder socialista de 57 anos tentou diminuir sua agenda.

Mais conteúdo sobre:
VENEZUELACHAVEZVOLTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.