Ariana Cubillos/AP
Ariana Cubillos/AP

Chavistas e opositores entram em confronto no centro de Caracas

Venezuela vai escolher em abril entre presidente interino Nicolás Maduro e Henrique Capriles

Reuters

21 de março de 2013 | 17h13

CARACAS - Duas pessoas ficaram feridas nesta quinta-feira, 21, quando jovens opositores venezuelanos enfrentaram com pedras e paus os partidários do ex-presidente Hugo Chávez no centro de Caracas, a menos de um mês das eleições gerais de 14 de abril, convocadas após a morte do mandatário.

A polícia venezuelana, que confirmou os feridos, disparou gás lacrimogêneo para dispersar os grupos. Centenas de estudantes tentavam chegar ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE) para exigir "eleições limpas", mas foram interceptados por partidários do governo, segundo uma testemunha da Reuters.

"Estamos aqui fazendo uma luta pacífica e eles sempre atacam. Posso aguentar pedras, todas que forem necessárias", disse à Reuters Carlos Vargas, estudante de 19 anos ferido no olho direito pelo impacto de uma pedra.

"Não somos contra ninguém e nada, a única coisa que pedimos é democracia...estamos exigindo eleições justas", acrescentou.

O país petrolífero escolherá seu próximo presidente entre o herdeiro político de Chávez, o presidente interino Nicolás Maduro, e o opositor Henrique Capriles. Segundo duas pesquisas divulgadas nesta semana, Maduro tem uma vantagem superior a 14 pontos sobre seu opositor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.