China enviará 90 toneladas em ajuda humanitária ao Haiti

Apesar de Haiti ser aliado de Taiwan, chineses confirmaram pacote de ajuda de US$ 4,1 milhões

Efe,

16 de janeiro de 2010 | 05h41

 

PEQUIM - O Governo chinês anunciou que o primeiro avião carregado com 90 toneladas em ajuda humanitária oficial para as vítimas do terremoto do Haiti decola neste sábado de Pequim.

 

Veja também:

linkGoverno haitiano diz ter enterrado 40 mil e teme onda de violência

linkEUA assumem controle de aeroporto

linkEmoção marca reencontro de militares feridos com familiares

link'Precisamos de comida que se possa comer já'

linkMultidão comparece a velório de Zilda

linkONU sofre pior golpe de sua história

 

Segundo informou o Ministério de Comércio chinês, o Boeing-747 sairá da capital chinesa com materiais de socorro como tendas de campanha, alimentos, remédios, cobertores e equipamentos de purificação de águas.

 

A China, que não mantém laços diplomáticos com o Haiti já que o país centro-americano é aliado de Taiwan, confirmou que se trata de um primeiro envio que faz parte do pacote de ajuda no valor de 30 milhões de iuanes (US$ 4,1 milhões) que anunciou Pequim para as vítimas do tremor.

 

Em um primeiro momento, o país asiático enviou uma equipe de 50 pessoas especializadas no resgate de emergências para ajudar a achar sobreviventes do terremoto de 7,3 graus de magnitude que devastou o Haiti.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.