Choque entre manifestantes e Polícia boliviana fere cinco pessoas

ouve outros protestos nas regiões de Santa Cruz, Beni e Pando

EFE,

08 de dezembro de 2007 | 04h02

Pelo menos cinco pessoas, uma delas um policial, foram levemente feridas nesta sexta-feira, num confronto entre a Polícia e manifestantes na cidade de Tarija, no sul da Bolívia, informou um dirigente da região. O presidente do comitê cívico de Tarija, Reynaldo Bayard, relatou à Efe que o choque com os policiais aconteceu quando os manifestantes tentavam "tomar de forma pacífica" a sede de uma empresa estatal. Bayard disse que neste sábado continuarão as "ações de protesto". Tarija viveu uma greve geral de 24 horas convocada para protestar contra uma lei do Governo de Evo Morales que retira parte das rendas dos departamentos para pagar um bônus aos maiores de 60 anos. Além disso, os manifestantes protestam contra a forma como o governamental Movimento Ao Socialismo aprovou em primeira instância na Assembléia Constituinte o seu projeto de Constituição. Houve outros protestos nas regiões de Santa Cruz, Beni e Pando, onde desde segunda-feira pelo menos 400 pessoas estão em greve de fome.

Tudo o que sabemos sobre:
protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.