Chuvas no México já deixaram 43 mortos e 14 desaparecidos

Estado de Michoacán vive situação mais grave, com 27 mortes; autoridades temem novas tempestades no país

Efe,

09 de fevereiro de 2010 | 20h32

Ao menos 43 pessoas morreram e 14 estão desaparecidas no México devido as intensas chuvas e inundações que afetam o país há uma semana, informaram nesta terça-feira, 8, autoridades do país.

 

A situação mais grave se reporta no estado ocidental de Michoacán, que acumula 27 mortos e 12 desaparecidos. Cinco municípios do estado foram declaradas como áreas de desastre. No município de Angangueo, completamente inundado, os trabalhos de busca de desaparecidos continuam. Um comitê avaliará os danos na infraestrutura do distrito e quantificará os recursos necessários para sua recuperação.

 

Às vítimas mortais em Michoacán, se somam onze mortes no município de Tamascaltepec, no estado do México, e mais duas em Guanajuato, no centro do pais.

 

A coordenadora nacional de Proteção Civil no país, Laura Gurza, disse temer que o mau tempo volte e agrave os danos no país, que espera a chegada de uma nova frente fria, a trigésima da temporada e quinta do inverno.

Tudo o que sabemos sobre:
MéxicochuvasdesaparecidosMichoacán

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.