Gregory Bull/AP
Gregory Bull/AP

Cidade do México aposentará seus emblemáticos táxis em 2012

Estes automóveis, os fuscas, foram a melhor opção para servir como táxi devido a sua alta resistência e o baixo consumo de combustível

Efe,

03 de março de 2012 | 02h23

MÉXICO - A Cidade do México aposentará este ano seus emblemáticos "vochos", os fuscas que funcionam como táxis há quase meio século, confirmou o governo local na sexta-feira, 2.

Em 2008, as autoridades desta metrópole, uma das mais povoadas e poluídas do mundo, estabeleceram uma norma ambiental para que em 2012 deixassem as ruas todos os veículos do transporte público com antiguidade de dez ou mais anos.

Sendo assim, esses populares táxis "sairão de circulação por serem altamente poluentes e terem concluído sua vida útil", explicou o diretor dos serviços de táxi do Distrito Federal, Víctor Ramírez.

O funcionário local detalhou que, de maneira paulatina, os "vochos" foram sendo substituídos nos últimos anos por automóveis mais modernos. Atualmente, apenas mais 3.500 deles devem ser aposentados.

Estes pequenos automóveis, que deixaram de ser fabricados em 2003, foram a melhor opção para servir como táxi no México devido a sua alta resistência e o baixo consumo de combustível.

Ramírez esclareceu que os donos destes automóveis podem trocá-los por outros com a ajuda de um programa de crédito do governo do Distrito Federal. Pelo projeto, o "vocho" é entregue em troca de um bônus de 15 mil pesos (US$ 1.181) como crédito para a compra de um novo táxi.

Na capital mexicana, onde vivem cerca de 20 milhões de habitantes se for incluída a população de sua região metropolitana, circulam diariamente 138 mil táxis.

Tudo o que sabemos sobre:
táxifuscaméxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.