Cidades do Equador são abaladas por saques, dizem testemunhas

Saques irromperam nesta quinta-feira em Quito, capital do Equador, e na segunda mais importante cidade do país, Guayaquil, disseram testemunhas, num momento que o país é abalado por uma greve de policiais e uma crise entre o presidente Rafael Correa e o Congresso.

REUTERS

30 de setembro de 2010 | 14h20

As testemunhas disseram que os trabalhadores de muitas empresas estão sendo dispensados do serviço e as escolas foram fechadas em várias cidades.

Tudo o que sabemos sobre:
EQUADORSAQUESQUITO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.