AP
AP

Cirurgia em Chávez contra câncer foi bem sucedida, diz vice

Nicolás Maduro informou que a operação durou seis horas e a recuperação do presidente venezuelano deve durar dias

Reuters

12 de dezembro de 2012 | 09h22

CARACAS - A complexa cirurgia realizada no presidente da Venezuela, Hugo Chávez, em Cuba, na terça-feira, foi bem sucedida e o mandatário já foi transferido para um quarto, afirmou o vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro. Chávez foi submetido ao procedimento devido à reincidência de um câncer que combate há um ano e meio.

Maduro, que também é chanceler venezuelano, afirmou que Chávez foi submetido a uma cirurgia "para corrigir lesão que surgiu no mesmo lugar das antigas lesões" e que a operação durou cerca de seis horas. A recuperação "irá durar vários dias", acrescentou.

O mandatário, de 58 anos, surpreendeu o mundo no fim de semana ao admitir a reincidência do câncer e designar Maduro como seu sucessor político caso ele não consiga assumir a presidência, para a qual foi reeleito, para mais seis anos, em outubro.

Chávez passou duas vezes pelo centro cirúrgico em Cuba em junho de 2011, e na segunda intervenção foi retirado um tumor do tamanho de uma bola de beisebol. Depois, se submeteu à quimioterapia na ilha. Em fevereiro, ele anunciou o retorno da doença, o que o levou de volta à mesa de operação e o obrigou a fazer pelo menos cinco sessões de radioterapia, também em Havana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.