Colômbia anuncia descoberta de plano das Farc contra ministro

Novo complô contra titular da Defesa estava planejado em computador de guerrilheiro detido no ano passado

Efe,

12 de março de 2009 | 19h27

A Polícia colombiana anunciou a descoberta de um plano das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para a realização de um atentado contra o ministro da Defesa do país, Juan Manuel Santos, disse nesta quinta-feira, 12, em Bogotá o chefe da corporação, general Óscar Naranjo. Segundo o oficial, o complô foi descoberto no computador de José Marvel Zamora, um dos chefes da Rede Urbana "Antonio Nariño" (RUAN), detido pelo Exército no fim de outubro nas montanhas de Coyaima, a menos de 200 quilômetros de Bogotá.

 

Veja também:

linkJobim reitera que Farc serão recebidas 'a tiros' no Brasil

linkPor dentro das Farc especial

linkHistórico dos conflitos armados na região  especial

 

O diretor da Polícia Nacional disse que especialistas em informática acharam no computador de "Chucho", como Zamora é conhecido, "instruções claras para monitoramentos e tarefas de contra-inteligência contra o ministro, tudo para cometerem um atentado contra ele". "De alguma maneira, abortamos esse plano", afirmou o oficial, segundo quem o plano "se soma a outros seis achados anteriormente nos últimos meses."

 

Segundo Naranjo, todos os planos foram elaborados por ordem do comando central das Farc, que dá instruções à Coluna Móvel "Teófilo Forero" (facção de elite dos rebeldes) e à RUAN, que atua em Bogotá.

Tudo o que sabemos sobre:
ColômbiaFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.