Colômbia apreende 2,7 t de cocaína na fronteira com Equador

Droga é avaliada em US$ 25 milhões no mercado negro internacional e estava escondida em uma zona rural

Efe,

27 de junho de 2008 | 04h25

O Exército colombiano apreendeu nesta quinta-feira 2,7 toneladas de cocaína no departamento de Nariño, no Litoral Pacífico do sudoeste do país, perto da fronteira com o Equador, informaram fontes militares. A droga, avaliada em US$ 25 milhões no mercado negro internacional, estava escondida em uma zona rural do porto de Tumaco (700 quilômetros ao sudoeste de Bogotá), indicou o Exército em comunicado. Os militares acrescentaram que aparentemente a cocaína pertencia ao bando "Los rastrojos", mas ninguém foi detido na operação. As tropas destruíram na região dois laboratórios para produzir cocaína e 10 hectares de cultivos de plantas de coca.

Mais conteúdo sobre:
EquadorColômbiacocaína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.