Colômbia diz que incidente com helicóptero do Equador terminou

A Colômbia informou nesta terça-feiraque aceitou a explicação do Equador sobre a razão pela qual umdos seus helicópteros entrou no espaço aéreo colombiano nodomingo, dizendo que o incidente foi superado um dia depois detensões diplomáticas maiores. O comandante das Forças Armadas da Colômbia, general FreddyPadilla, disse a jornalistas que o piloto do helicópteroequatoriano entrou em território colombiano por engano. "Nós consideramos o incidente resolvido", disse Padilla. O incidente brevemente elevou as tensões entre Bogotá eQuito, que foram inflamados pelo ataque colombiano em 1o demarço que matou um comandante rebelde dentro de territórioequatoriano. A ação gerou uma crise regional. A Colômbia afirmou na segunda-feira que a aeronaveequatoriana foi interceptada por dois helicópteros colombianose forçada a pousar perto da fronteira, depois de a tripulaçãonão responder às tentativas de contato via rádio. O helicóptero, com dois pilotos e dois passageiros emuniformes do Exército equatoriano, foi levado a pousar perto doporto colombiano de Tumaco, mas se afastou e retornou aoEquador, de acordo com a Colômbia. (Reportagem de Hugh Bronstein)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.