Colômbia extradita holandês detido ao Brasil

Iwan Roy Dewradj Gajadhar foi requisitado pela Justiça Federal do Ceará devido a uma condenação por tráfico de entorpecentes

Efe,

22 de julho de 2010 | 06h05

BOGOTÁ - O governo da Colômbia autorizou a extradição de um holandês ao Brasil e de seis colombianos aos Estados Unidos, responsáveis por diferentes delitos.

O holandês Iwan Roy Dewradj Gajadhar, requerido pela Justiça Federal do Ceará, condenado por quatro anos de prisão por tráfico de entorpecentes, será transferido ao Brasil, de acordo com resolução publicada na quarta-feira.

A Justiça da Colômbia também aprovou a transferência de Edgar Eduardo Martínez Alonso, acusado de lavagem de dinheiro, para Nova York.

Evelio de Jesús Giraldo Giraldo e Juan Antonio Ducuara Rojas, acusados por delitos ligados a drogas, também irão para Nova York.

Claro Alfuri Rivas Asprilla e Milciades Cortina Medina são requeridos pela Justiça do estado americano da Flórida, onde são processados por tráfico de narcóticos.

Outro criminoso transferido a Nova York é Edilberto Berrío Ortiz, acusado de sequestro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.