Colômbia prende 'Don Mario', traficante mais procurado do país

A polícia colombiana prendeu nesta quarta-feira o mais procurado traficante de drogas do país, Daniel Rendón Herrera, conhecido como "Don Mario", informou o governo nesta quarta-feira.

REUTERS

15 de abril de 2009 | 12h13

Rendón Herrera havia oferecido este ano a seus homens uma recompensa de aproximadamente mil dólares para cada policial que eles matassem, uma vez que as autoridades cercavam sua rede criminal.

Ele é acusado de enviar grandes carregamentos de cocaína para os Estados Unidos e encomendar vários assassinatos, entre outras acusações.

"Foi capturado este narcotraficante que fugia da Justiça há tempos. É uma conquista das instituições colombianas, da Polícia", disse a jornalistas o secretário de Informação e Imprensa da Presidência, César Mauricio Velásquez, no Brasil, onde acompanha o presidente Álvaro Uribe em uma visita oficial.

O estilo de "Don Mario" lembrava o mais conhecido barão da cocaína da Colômbia, Pablo Escobar, que promoveu uma guerra completa contra o Estado nos anos 1980 antes de ser mortos pelas forças de segurança em 1993.

A Colômbia oferecia uma recompensa de 2 milhões de dólares a qualquer pessoa que ajudasse a capturar Rendón Herrera, que foi detido pela polícia na província de Antioquia, no norte do país.

(Reportagem de Hugh Bronstein e Luis Jaime Acosta)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIANARCOTRAFICANTEDONMARIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.