Colômbia reage a protesto contra Uribe na festa da MTV Latina

Apresentador da festa, o cantor 'Residente', vestiu uma camiseta com a frase 'Uribe paramilitar'

EFE

17 de outubro de 2009 | 04h22

O Ministério das Relações Exteriores da Colômbia expressou neste sábado "sua indignação" pela exibição de uma mensagem contra o presidente Álvaro Uribe durante a cerimônia de entrega dos prêmios da MTV Latina em Los Angeles, Estados Unidos.

 

O protesto se originou porque o apresentador da festa, o cantor "Residente", do grupo de rap porto-riquenho "Calle 13", em um determinado momento do evento vestiu uma camiseta com a frase "Uribe paramilitar".

 

Em comunicado de imprensa, a Chancelaria colombiana disse que o conteúdo da mensagem é "ofensivo e calunioso contra do Presidente dos colombianos". Acrescenta que "mancha o bom nome de Uribe e é um desrespeito à dignidade de todos colombianos".

 

A Chancelaria colombiana sugere à organização do evento "observar com maior atenção as manifestações com alto conteúdo político feitas dentro de um palco que se destaca por promover a arte musical". René Pérez, conhecido artisticamente como "Residente" e um dos artistas de maior êxito popular e comercial em língua espanhola do mundo na atualidade, não se limitou às críticas à Uribe.

 

Com um discurso carregado nos palavrões e expressões de baixo calão, o artista fez outros comentários e referências políticas durante todo o evento, exaltando o presidente venezuelano, Hugo Chávez; comparando o presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, com o ex-ditador chileno Augusto Pinochet; e chegou a xingar a mãe do governador de Porto Rico, Luis Fortuño.

Tudo o que sabemos sobre:
MTVRESIDENTEURIBE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.