Com metade dos votos apurados, Lugo confirma favoritismo

Segundo a última projeção oficial, ex-bispo aparece com 40,15% dos votos, contra 31,41% obtidos por Blanca

Reuters,

20 de abril de 2008 | 20h53

O candidato opositor e ex-bispo Fernando Lugo confirma sua vantagem na eleição presidencial paraguaia neste domingo, 20. Com cerca de 52% dos votos apurados, Lugo é apontado como vencedor do pleito, segundo o último informe do Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE). O ex-bispo, que pode por fim a mais de seis décadas do governo colorado, obteve 40,15% dos votos, seguido da candidata oficial, Blanca Ovelar, com 31,41%.     Desde a primeira projeção oficial, Lugo caminha para a vitória. No primeiro TREP (Transmissão Rápida de Resultados Preliminares) do Tribunal Eleitoral do Paraguai, o ex-bispo aparecia com 39,2% dos votos, contra 32,6% conquistados por Blanca. A projeção ainda apontava que o ex-general Lino Oviedo com 21,3% dos votos.   No quartel-general de Lugo, na periferia de Assunção, o clima no fim do dia era de entusiasmo moderado. Na véspera, havia profetizado em tom pastoral que a vitória seria sua: "o domingo é o dia da ressurreição! E o Paraguai vai ressuscitar nas urnas."   Nas ruas dos bairros periféricos, a população havia iniciado festejos, antecipando uma eventual vitória opositora. Enquanto isso, no centro de Assunção, o barulho de fogos de artifício tomava conta das redondezas da sede do Partido Colorado.   O Colorado é o partido que está há mais tempo no poder, de forma ininterrupta no Ocidente. Desde 1947 os paraguaios somente tiveram presidentes colorados. O partido, ao longo de seus décadas no poder, mesclou-se com o próprio aparato estatal. Do total do funcionalismo público, 80% pertencem ao partido. Além disso, 1,8 milhão de paraguaios possuem a carteirinha "colorada."     (Com Ariel Palacios, de O Estado de S. Paulo)  

Tudo o que sabemos sobre:
eleições no Paraguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.